domingo, 29 de abril de 2012


Hoje observo as nossas conversas, as nossas fotografias, as tuas fotos e o que sinto é horrível, porque não sinto nada, é como se por tanta coisa que me fizeste, por tantas vezes que me magoaste, o meu sentimento decidisse acabar, e acabou, passou a zero, mas o teu por mim passou a inveja, uma fútil inveja, e tu continuas a evoluir para pior, agora para além de fútil também deste numa pessoa falsa, é incrível como as pessoas mudam. Não guardo nenhum rancor de nada, o que faz parte do passado, está lá atrás e digo-te saudades posso sentir muitas mas de ti nenhumas.

5 comentários:

Raymara Oliveira disse...

Seu blog me encanta... E essas músicas que tocam aqui, me apaixonam -rs.

bom dia flor.

Lєtıs ☯ disse...

Obrigada, também te sigo *.*

RitaF. disse...

Sim, é o mais importante :)

Shirley disse...

Lindo texto. Me vi nele em um momento da minha vida, você sente saudades do que passou e nenhum pouco daquela pessoa que esteve com você. Simplesmente... amei!! beijinhos

caroline pipi disse...

força!