quarta-feira, 24 de novembro de 2010




Passeio pelo meio da rua, talvez à espera de te encontrar ali ao fundo, de me abraçares e pedires um beijinho, de me levantares e dizeres que me amas, acho que isso era impossível, os teus olhos brilham mais que a lua numa noite de lua cheia e as tuas palavras transmitem-me um enorme sentimento, já para não falar da tua voz que me transmite uma enorme felicidade, ouvir-te ali ao fundo é mais que um sonho, mais que um sorriso estampado, mais que um olhar brilhante, tu transmites-me o essencial, dizes o certo e algumas vezes aquilo que preciso de ouvir, mas nem sempre é o que preciso de ouvir mas é a maneira mais certa de ver tudo.
Enquanto sonhar ainda não é proibido nem se paga eu dedico-me a sonhar contigo, talvez algum destes sonhos se torne realidade, o teu toque faz-me bem, ou melhor és tu quem me faz bem, presente ou distante és o maior tesouro, eu sempre vivi na esperança de que a amizade com abundância supera todos os males criados e sim tu superas todo o mal que me rodeia.
A chuva bate na janela e o vidro fica embaciado, dirijo-me para ele e escrevo o teu nome seguido de um “AMO-TE”, o meu coração esta como o vidro, embaciado, difícil de ser visualizar o que lá está dentro mas aquele “ AMO-TE” com o teu nome nota-se à distância, apetece-me gritar um daqueles “amo-te” bem profundos e altos, mas grito para dentro, para o coração estremecer, talvez tu não o ouças mas enquanto tu não ouves eu sinto.

9 comentários:

myheartwhistles disse...

adoro :)
está tão lindo.
ele um dia ouvirá e sentirá os teus 'amo-te'.

PauloMitchell disse...

Mas eu não sei quem se está a afastar de quem. Se é esta pessoa de mim ou se sou eu que não aguento viver só com a sua amizade e por isso estou a pensar abandona-la. É tudo muito confuso quando a boca diz uma coisa e nós vemos outra completamente diferente nos seus olhos.

Está aqui um texto tão bonito :$
Talvez um dia, não a gritar, lhe possas dizer carinhosamente ao ouvido numa noite de lua cheia o quanto te faz sorrir. Luta, vence! <3

PauloMitchell disse...

Adorei esse teu comentário de força. Uma enorme força - foi o que eu senti e bem precisava.
Eu não vou desistir! Vou traçar um caminho diferente e quero que esta pessoa pense que agora é a vez dela em seguir o meu. E quanto à amizade... é bem, estranha, no meu ponto de vista. Pois eu sou mesmo ruim e ela tenta aproximar-se e eu por vezes penso que não sente nada porque, epá, me provoca! Nem sei.
Estou mesmo confuso.

Um obrigado :)

PauloMitchell disse...

Muito, mas mesmo muito obrigado Cheila :) <3

martxica disse...

adoro, adoro, adoro <3

PauloMitchell disse...

No entanto a felicidade dá-nos força para aguentar o dia seguinte. Mas entendi <3

PauloMitchell disse...

Pode ser que ao afastar-me, se junte mais a mim com medo de me perder. Há que tentar de todas as formas para se ser feliz não é? :)

PauloMitchell disse...

Obrigado Cheila.
Tenciono ser feliz!

Rita Norte disse...

Que texto lindo! Tão sentido.