domingo, 4 de março de 2012


Gostava de conseguir dizer o que hoje sinto por ti, mas olha não o sei descrever, não sei se é nojo, se é odio, se passou a nada mesmo. Sabes quando tens alguém que amas muito e essa pessoa muda, se perde por entre mil fios, fica fútil e falsa? Olha essa é a maneira que te descrevo agora, uma rapariga mimada, falsa e demasiado fútil, depois de tanta coisa como é que alguém como tu tem ainda lata para ser assim, é preciso ser mesmo coração de pedra, não gosto nada de pessoas com duas caras.
Para mim descrever hoje o que sinto por ti é considerado morte, eu e tu hoje não somos nada e só me dás vontade de apagar tudo o que tenha a ver contigo e com a nossa ex amizade porque sim hoje não me és nada.
Desconheço-te, e não quero mais conversas contigo, pelos vistos não sabes o meu verdadeiro significado, não preciso de te agradar.

9 comentários:

Catarinaf disse...

obrigada, beijinho*

Cristiana disse...

estou a seguir ;)
beijinho !

Simão disse...

Ora aí está Cheila, j+á disseste tudo no teu comentário! Mais vale poucos e bons do que muitos e falsos :)

Simão disse...

Aproveito e sigo o teu blog, gostei muito :)

Mónica Sousa disse...

adorei o teu texto :)
sigo!

Ana A. disse...

Obrigada querida, sigo *

Sandra'Ferreira disse...

mesmo ;O obrigada por seguires :)

Mónica Sousa disse...

não és a primeira a dizer isso!:c
fogooo, e eu não sei como fazer.

mafalda sofia disse...

obrigada, bem preciso e beijinho! :))